Palmeiras bate rebaixado Vitória e ergue a taça na arena

0
9
Foto: Cesar Greco
Diante de 41 mil pessoas, incluindo o presidente eleito Jair Bolsonaro, Verdão vence mais uma, chega à segunda maior pontuação na história do Brasileirão por pontos corridos com 20 clubes e levanta o troféu; clube baiano jogará Série B em 2019

PRIMEIRO TEMPO

Foi um jogo bem menos pegado do que de costume, por motivos óbvios: Palmeiras já campeão, Vitória já rebaixado. Sobravam espaços, e prova disso foi a quantidade de finalizações: 12 do Palmeiras, sete do Vitória. Só o Verdão marcou, porém: com Edu Dracena, aos 42, completando de cabeça belo cruzamento de Dudu.

SEGUNDO TEMPO

Felipão colocou Deyverson no lugar de Borja no intervalo, e o Palmeiras voltou com mais vontade para o segundo tempo. Gustavo Scarpa fez o segundo gol aos 11, novamente com assistência de Dudu. O Vitória empatou com dois gols em três minutos (um deles em pênalti inexistente), com Yago e Luan. Mas Bruno Henrique, aos 44, garantiu o triunfo palmeirense.

RECORDE DE PÚBLICO

Com 41.256 torcedores (renda de R$ 3.514.618,30), o Palmeiras quebrou seu recorde de público na area. A marca pertencia ao jogo do título brasileiro de 2016, quando 40.986 torcedores assistiram à vitória por 1 a 0 sobre a Chapecoense (último jogo do time catarinense antes do desastre aéreo, dois dias depois).

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui