Mulheres ganham 50% menos que homens no campo e discriminação de gênero persiste

0
13

Mulheres na agricultura em todo o mundo, seja em países desenvolvidos ou em desenvolvimento, dizem que a discriminação de gênero persiste e que é uma barreira no dia a dia de quem está no campo com a tarefa de alimentar o mundo. É o que mostra um estudo realizado em 17 países a pedido da Corteva AgriscienceTM, Divisão Agrícola da DowDuPont.

A divulgação da pesquisa acontece na mesma data em que se comemora o “Dia Internacional das Mulheres Rurais”, data estabelecida pela ONU (Organização das Nações Unidas) para ressaltar a importância das mulheres na agricultura e identificar as barreiras que as impedem de ter uma participação plena e bem-sucedida no agronegócio. O estudo entrevistou 4.157 produtoras rurais que vivem realidades distintas em cinco continentes diferentes, 433 delas no Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui