Inicio Boca Maldita Menininho desmama os bezerros

Menininho desmama os bezerros

Por urandionline

Menininho desmama os bezerros

 Na prefeitura de Urandi tinha muitos carniceiros fazendo conjecturas e planos com cargos. O menininho ganhou bonito as eleições e desmamou os bezerros.Agora estarão bem longe da sede do governo municipal a partir 2021.

Artilharia financeira pesada

A reta final da campanha eleitoral gerou uma agitação financeira sem precedentes em Urandi. Um entra e sai em carros estacionados nas entocas que acabaram virando points alternativos para reuniões secretas. Teve gente com caixas, malas, mochilas para lá e para cá. Com tudo isso prevaleceu à vontade do povo.

Apostas

O mundo das apostas esteve em ebulição em todo o município de Urandi. Faltando poucos dias para o dia D das eleições, a turma fez horrores e colocando em jogo quantias vultosas de origens questionáveis.

Choros no pé do caboclo
Nessa eleição não faltaram prefeitos resmungando pelos cantos sobre o governador Rui Costa. Eles disseram que apoio simbólico não bastava e que precisavam de demonstrações mais generosas do governo para vencerem suas pelejas municipais.

Mural da vergonha
O prefeito de Urandi Dorival do Carmo ganhou com exclusividade, o espaço no mural da vergonha com essa performance pavorosa, numa tentativa de lacrar nas redes,o gestor municipal atacou,ostentou riqueza e humilhou,chamando a população de orelha rala. Colocava uma melancia na cabeça que chamaria mais a atenção.

No bico do corvo

A família Nina Rocha perderam completamente a influência política após a derrota de Dr José Humberto. O ex-prefeito Adonai Rocha, que coleciona desafetos, agora está apostando todas as fichas na campanha do seu deputado federal João Roma, em 2022.

Contagem regressiva

Corre à boca miúda entre os políticos do sudoeste baiano a suspeita que o camburão preto da PF vai entrar em ação muito em breve de olho em uma figura importante do jogo do poder. As apostas são unânimes em afirmar que a coisa não passa de dois meses. Começou a contagem regressiva. 

O estranho silêncio

Causou estranheza entre os agentes da política urandiense o silêncio do prefeito Dorival do Carmo. Após a derrota do seu candidato muita gente esperava que o ‘líder’ entrasse publicamente no circuito, se pronunciasse e se retratasse diante da população. O que se ouve por aí é que ele se entocou em sua fazenda quilométrica deixando os amigos no momento em que mais precisavam. 

Posts relacionados

Deixe um comentário

Proibido plagiar