Inicio Esportes Bahia vence Atlético-MG de virada e ganha quatro posições

Bahia vence Atlético-MG de virada e ganha quatro posições

Por urandionline

Galo faz ótimo primeiro tempo e abre o placar; Gilberto sai do banco para resolver o jogo para o Tricolor, com dois gols

De virada, deu Bahêa!

Bahia e Atlético-MG entraram em campo em Pituaçu, na noite desta segunda-feira, com objetivos diferentes. O time da casa buscava a vitória para se afastar da zona de rebaixamento e começar a pensar na parte de cima da tabela. O Galo visava recuperar o posto mais nobre da classificação. O time mineiro fez um primeiro tempo muito bom, marcou um gol (com Savarino) e perdeu chances para ampliar. Na etapa final, os baianos dominaram. O empate veio com Daniel, e Gilberto, que saiu do banco, foi o nome do jogo, com os dois gols que fecharam o 3 a 1.

Primeiro tempo

Jogo de um time só. Assim pode ser definido o primeiro tempo da partida desta noite. Profundamente modificado, o Bahia sofreu diante de um dos melhores ataques do campeonato. O Atlético pressionou e encurralou o Tricolor em seu campo de defesa. O gol atleticano parecia questão de tempo. E foi. Aos 20 minutos, Réver tocou para Savarino abrir o placar. O Galo poderia ter ido para o intervalo com uma vantagem bem maior, não fosse a falta de pontaria (e uma pitada de sorte) de Keno.

Segundo tempo

Como não poderia deixar de ser, o Bahia voltou com mudanças para o segundo tempo: saíram Edson, Ramon e Clayson; entraram Gilberto, Daniel e Marco Antônio. Foi o que resolveu o time baiano, que se tornou mais ofensivo e, aos poucos, foi dominando seu campo de ataque. Keno e Savarino seguiram ameaçando, mas viram o Atlético diminuir seu ritmo sem a boa saída de bola de Réver, que havia dado lugar a Igor Rabello. A partida que antes parecia definida tomou novos rumos a partir dos 23 minutos, quando Gregore tocou de cabeça para Daniel fazer 1 a 1. A virada veio nove minutos depois, em uma falha grave de Guga, que deu a bola no pés de Gilberto. O atacante dominou, driblou o goleiro e fez. E ainda houve tempo para o terceiro do Bahia: de novo Gilberto, que selou o placar aos 43, em um belo contra-ataque.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Proibido plagiar