Inicio Esportes PSG usará reportagem do Esporte Espetacular para provar racismo contra Neymar

PSG usará reportagem do Esporte Espetacular para provar racismo contra Neymar

Por urandionline

Clube decide utilizar em processo na França o vídeo com leitura labial que mostra ofensa do zagueiro Álvaro González no clássico contra o Olympique de Marselha

O PSG decidiu que usará o material exibido pelo Esporte Espetacular neste domingo para ajudar a provar o racismo do zagueiro Álvaro González, do Olympique de Marselha, contra Neymar, no clássico da semana passada. O clube já tem em mãos as imagens usadas na reportagem da TV Globo, com as quais especialistas em leitura labial afirmaram que o defensor chamou o brasileiro de “mono”, que, em espanhol, significa macaco.

O programa convidou três profissionais especializados em leitura labial para analisar as imagens. Foram eles: Luis Felipe Ramos, que faz parte da Associação de Surdos do Rio de Janeiro e colabora em reportagens do Fantástico; Felipe Oliver e Mikel Vidal, tradutores de libras que trabalham para o Instituto Nacional de Educação de Surdos – esse último é filho de colombianos e tem formação avançada em espanhol.

Ainda no primeiro tempo, depois de um desentendimento, Neymar, indignado, acusou o zagueiro de racismo. Em seguida, reclamou com a arbitragem, mas nada aconteceu. As discussões continuaram ao longo do jogo e só terminaram com a expulsão do atacante brasileiro, na etapa final, quando acabou agredindo o Álvaro González antes de sair. Quem comprova a ofensa do espanhol é Felipe Oliver:

– Ele fala a palavra ‘mono’ em espanhol, no momento em que ele, inclusive, fala e vira a boca. Ali fica claro. A gente não conseguiu, por exemplo, perceber o que ele fala antes de falar a palavra ‘mono’. Mas a palavra ‘mono’ foi um trecho que a gente teve consenso na hora em que estava fazendo o trabalho de leitura labial – afirmou Felipe.

O Olympique de Marselha ficou do lado de Álvaro e declarou que o zagueiro espanhol não é racista. Além disso, condenou a divulgação do telefone celular dele numa rede social. Segundo o clube, o jogador recebeu ameaças de morte. Um tio dele, em entrevista na Espanha, alegou que o sobrinho usou a palavra ‘bobo’ – que em espanhol, significa “idiota” – e nao ‘mono’, na discussão.

Depois do jogo, a Comissão Disciplinar da Liga Francesa puniu Neymar com dois jogos de suspensão por causa do cartão vermelho. O brasileiro foi ouvido por videoconferência para se defender da expulsão, e voltou a afirmar que foi vítima de ofensas raciais. A liga vai investigar o caso. O PSG preparou um dossiê para a defesa do atacante. Se González for punido, pode pegar até 10 jogos de suspensão.

Por:GE

Posts relacionados

Deixe um comentário

Proibido plagiar