Inicio Bahia Balanço do desenvolvimento econômico é apresentado no Fórum Empresarial da Bahia

Balanço do desenvolvimento econômico é apresentado no Fórum Empresarial da Bahia

Por urandionline

O vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico (SDE) apresentou nesta quinta-feira (17), durante encontro virtual, balanço de ações da pasta para o Fórum Empresarial da Bahia, que reúne 28 federações, associações e sindicatos do Estado. A ideia do encontro é construir uma agenda positiva de melhorias para a Bahia, entre as entidades representativas e o Governo do Estado.

“Precisamos dobrar a receita, a arrecadação do Estado. E, para isto acontecer, precisamos fazer obras e prospectar projetos que potencializem economicamente o Estado. Isto implica no trabalho de atração de investimentos do governo, mas também na união com os diversos setores produtivos. Este movimento empresarial é importantíssimo, tanto para fomentar a economia e desenvolver novos negócios, quanto gerar emprego para o povo baiano”, afirma Leão.

Mesmo em meio à pandemia do coronavírus, o balanço de ações da SDE, em 2020, apresentado nesta tarde foi muito positivo. O vice-governador falou da Ponte Salvador-Itaparica, do Polo Agroindustrial e Bioenergético do Médio São Francisco, do setor de Energias Renováveis e dos 43 protocolos de intenções que foram assinados este ano e vão gerar 3,4 mil novos empregos no estado, com um aporte previsto de R$ 3,6 bilhões em investimentos.

A Bahia tem atualmente 359 empreendimentos em processo de implantação, com aporte de R$ 33,5 bilhões e oferta potencial de 47,9 mil postos de trabalho. 60% desses investimentos estão previstos para entrarem em operação até 2022. Em 2020, já foram implantados 9 novos empreendimentos, que investiram R$ 1,8 bilhão no estado e geraram 113 postos de trabalho diretos.

No acumulado do primeiro semestre, a energia eólica foi responsável por 48,2% da matriz de geração da Bahia e representou 32,4% da energia eólica gerada no país. O estado também é responsável pela geração de 31% de energia por fonte solar fotovoltaica no país.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Proibido plagiar