Inicio Esportes Santos e Vasco empatam com gols de artilheiros e VAR protagonista na Vila

Santos e Vasco empatam com gols de artilheiros e VAR protagonista na Vila

Por urandionline

Rivais ficam no 2 a 2 em partida movimentada – Marinho faz golaço de falta e, do outro lado, Cano decreta placar final; gols do Vasco só são validados após análise do árbitro de vídeo

Empate movimentado

Santos e Vasco ficaram no empate por 2 a 2 na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, num jogo de idas e vindas, gols dos artilheiros e o VAR como personagem – mais uma vez, no mesmo estádio. Três dias depois de ter dois gols anulados contra o Flamengo, o Santos viu o árbitro de vídeo definir os dois gols do Vasco: um de Fellipe Bastos, no fim do primeiro tempo, outro de Germán Cano, de pênalti, no segundo. Lucas Veríssimo abriu o placar, e Marinho também marcou para o Peixe num golaço de falta. O Santos ficou duas vezes à frente, e o Vasco, mesmo muito desfalcado, contou com seus dois principais goleadores no Brasileirão. Bastos e Cano têm quatro gols. Marinho, pelo Peixe, também.

Primeiro tempo

O primeiro tempo começou com o artilheiro Germán Cano acertando o travessão do gol defendido por João Paulo. Na sequência, o Santos chegou com perigo. Era só uma amostra do que estava por vir. Os dois times, depois de derrotas no fim de semana, chegaram à Vila Belmiro em busca de uma vitória e deram espaços. Peixe e Vasco se atacaram, procuraram gols e conseguiram – o Santos com Lucas Veríssimo, de cabeça, e o Vasco com Fellipe Bastos, após demora de cinco minutos para validação pelo árbitro de vídeo. Um bom primeiro tempo.

Segundo tempo

Assim como na etapa inicial, os dois times voltaram do intervalo ligados nos 220 volts, em busca da vitória. Em casa, o Santos tentava pressionar e acuar o Vasco em seu campo de defesa, mas não conseguia. O time comandado pelo técnico Ramon Menezes assustava em jogadas bem trabalhadas. A qualidade individual de Marinho, porém, colocou o Peixe à frente, mas durou pouco, já que Cano, de pênalti, logo empatou. Com o 2 a 2 no placar, a partida ficou completamente aberta: pressão alvinegra, resposta cruz-maltina. Nada, entretanto, foi capaz de tirar o empate.

Por:GE

Foto: Ivan Storti/Santos FC

Posts relacionados

Deixe um comentário

Proibido plagiar