Inicio Brasil Pastor Everaldo é preso em operação que afastou Witzel do governo de RJ

Pastor Everaldo é preso em operação que afastou Witzel do governo de RJ

Por urandionline

Candidato à presidência em 2014, pastor é um dos alvos da Operação Tris in Idem, que apura corrupção na Saúde do estado.

O Pastor Everaldo Pereira, presidente nacional do PSC, foi preso na manhã desta sexta-feira (28) na Operação Tris in Idem, que também determinou o afastamento do cargo do governador Wilson Witzel (PSC-RJ).

Policiais federais e uma procuradora chegaram por volta de 6h da manhã ao apartamento do político, no bairro do Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio. Em um carro da PF, o pastor saiu de lá por volta das 7h45.

Pastor Everaldo foi citado na delação premiada do ex-secretário de saúde, Edmar Santos, por conta da influência dele no Palácio Guanabara. O ex-secretário foi preso por corrupção.

O pastor iria ser ouvido por uma comissão da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) que investiga gastos públicos durante a pandemia do coronavírus.

O Pastor Everaldo já foi candidato à Presidência da República e ao Senado Federal.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Proibido plagiar