Inicio Esportes Jô perde dois pênaltis,mas faz gol e dá vitória ao Corinthians sobre o Coritiba

Jô perde dois pênaltis,mas faz gol e dá vitória ao Corinthians sobre o Coritiba

Por urandionline

Timão vence a primeira no Brasileirão com emoção; Coxa tem jogador expulso no início, Wilson pega duas penalidades, mas time continua na lanterna do campeonato

Num jogo movimentado, com expulsão, pênaltis perdidos e chances dos dois lados, o Corinthians venceu o Coritiba por 3 a 1 na noite desta quarta-feira, em Itaquera, conquistou seu primeiro triunfo no Campeonato Brasileiro e manteve a equipe paranaense na lanterna da tabela. Os gols do Timão foram de Léo Natel, Jô e Gustavo Mosquito, enquanto Sassá marcou para o Coxa. Além disso, porém, houve lances capitais: a expulsão de Yan Sasse, com apenas 15 minutos de jogo, após cotovelada em Araos, e as duas penalidades desperdiçadas em sequência por Jô (Wilson defendeu ambas). O centroavante se redimiu com o gol da vitória.

Primeiro tempo

O Coritiba até que tentou sair para o jogo contra o Corinthians, mas a ousadia durou apenas 15 minutos: Yan Sasse foi expulso após cotovelada em Araos e deixou o Coxa com um a menos. A partir daí, o Timão tomou as rédeas da partida, mas mais uma vez não criou tantas chances. A equipe da casa achou mais espaços em chegadas pelos lados e inversões de bola. Um chute de Araos e outro de Ramiro foram o máximo que o Corinthians produziu antes de um pênalti marcado em Léo Natel. Jô bateu duas vezes, e Wilson pegou as duas. Logo depois, o mesmo Natel abriu o placar em chute de fora da área que desviou em Robson. Na sequência, porém, um contra-ataque perfeito do Coritiba decretou o empate com gol de Sassá.

Segundo tempo

Com duas substituições – Éderson e Gustavo Mosquito entraram –, o Corinthians teve maior volume de jogo e criação no ataque. Com paciência, chegou ao gol logo no início, após troca de passes pela esquerda, cruzamento de Araos e desvio de Jô. Houve até oportunidades de aumentar o placar, o que aconteceu apenas nos minutos finais, em contra-ataque puxado por Jô e Lucas Piton que terminou em finalização de Gustavo Silva, o Mosquito, que voltou de empréstimo do Paraná.

Por:GE

Posts relacionados

Deixe um comentário

Proibido plagiar