Inicio Boca Maldita Bem cotado

Bem cotado

Por urandionline

Bem cotado

O pré-candidato a prefeito, Warley Oliveira,está bem cotado para disputar a prefeitura de Urandi nas eleições de 2020. O jovem  está conseguindo conquistar alguma capilaridade. Pode se dar melhor que Zé Humberto. Ele deverá ser o ungido do governador Rui Costa.   

Diga-me com quem andas

– Quem nunca ouviu falar nesta frase: “diga-me com quem andas que direi quem tu és!”. Há quem diga que essa frase foi Jesus que disse, entretanto, outros falam que não foi Jesus.

Não sei de onde ela saiu! Só sei que ela se tornou clássica a nossos pais quando eles queriam nos afastar das más companhias. Eles tinham de fato um bom pressentimento das coisas. Eles sabiam muito bem das confusões que poderíamos nos envolver seguindo aqueles maus feitores. Eles queriam que evitássemos alguns constrangimentos, para nós e principalmente para eles.

Raposas

Colocar Raposas para cuidar do galinheiro é uma prática muito comum no nosso país, porém, não seja considerada uma boa idéia, principalmente se as galinhas forem dos ovos de ouro.

Responsabilizado

Se continuar assim, provavelmente num futuro não muito distante, essas ‘raposas’ poderão ser cassadas –, certamente, por ser amigas e tão próximas da corte, o rei poderá ser responsabilizado. O tempo dirá…

Urgente

Alô prefeito: abre os olhos!!! O senhor tem que rever ‘URGENTE’ a questão das raposas, se não, daqui apouco, não vai sobrar uma galinha se quer, e ainda vão dizer que o senhor também comeu.

Tá dado o recado! Siga se quiser!

Fake News

A principal fonte de informação do inquérito ilegal das fake news, pasmem, é Alexandre Frota! O mesmo que incitou violência na Avenida Paulista! Vergonhoso e Imoraes utilizar como fonte Alexandre Frota e/ou Joice Hasselmann que já foram pegos em fake news, robôs e gente pagas. Agora ela fica pedindo censura da internet com urgência. E o Frota orientando o STF! Tenha santa paciência. Nem da pra saber se Moraes está usando ou está sendo usado! Todos deveriam estar presos.

Turismo aniquilado

A pandemia aniquilou o turismo, embora não diminua o interesse voltar a viajar naqueles que se obrigam ao isolamento social. Planejar viagens ficou fácil: pacotes, custos, detalhes sobre cada sítio a visitar, tudo é facilitado pela ampla oferta de informação oferecida pelo avanço das comunicações. Como só é possível viajar pelas asas da tecnologia, cresceu o acesso ao Street View, com imagens em 360º das regiões mapeadas.

Via Direta

Os partidos do chamado “centrão” – legendas onde estão presentes renomados pilantras da política brasileira e com  grande infestação na Lava Jato – começa assumir o controle de importantes ministérios. As raposas estão tomando conta do galinheiro.

Neste butim, nos próximos dias também entrará o MDB que negocia um acordão em Brasília.É o anunciado novo MDB  que não tem nada de novo. Segue apegado na esfera federal como um carrapato.

Êxodo aumenta

Com a paralisação da construção civil na maioria das grandes cidades do país, por conta da pandemia do coronavírus aumenta a diáspora dos imigrantes de volta ao nosso município. Dezenas de urandienses que imigraram para outros estados nos últimos anos sentem dificuldades para voltar. Alguns pela falta de vôos, com a maioria cancelados, outros porque já não tem dinheiro para  pagar as passagens. As dificuldades são enormes. A maioria dos imigrantes de nossa cidade é procedente de São Paulo.

Miserê

Mesmo com a pandemia do coronavirus refletindo negativamente nas arrecadações nos municípios do sudoeste baiano, como Urandi,Guanambí e Pindaí, as disputas serão renhidas. As projeções são de um miserê insustentável para fazer frente às demandas essenciais. Quem se eleger, nestes casos, vai enfrentar grandes crises.

Muitos golpes

A violência e todo tipo de golpes são alguns efeitos da paralisação da economia no estado. Não bastassem os assaltos e arrombamentos, temos como um dos mais comuns praticados a venda de motos, aparelhos eletrônicos, eletrodomésticos, portões de ferro roubados pela OLX. Então todo cuidado é pouco e o cara-pálida leitor (e internauta) deve ficar atento para não se transformar num receptador – o que resulta em  aborrecimentos – e até em cana!

Manto de rancores

A onda de insultos e incompreensões que domina o Brasil cria um espesso manto de rancores e escuridão que requer muita luz para se dissolver. Confúcio, o maior influenciador de todos os tempos, preferia acender uma vela a maldizer a escuridão, mas o que seria acender uma luz, nas condições do Brasil de hoje? Mesmo enfrentado um circo de horrores os políticos não se unem nem pelas causas mais importantes.

O entendimento

Talvez ainda não seja possível chegar à potência da lâmpada mais luminosa do mundo, criada com o laser Diocles por cientistas do Nebraska (EUA), mas é possível desde já preparar muitas velas e tochas, que seria formar especialistas nas áreas de biologia, física, química e matemática e cientistas sociais para celebrar o entendimento entre os povos a partir de objetivos e ações em comunhão de esforços. É o que estamos precisando.

Efeitos colaterais

Além do desemprego, temos uma série de efeitos colaterais com o coronavírus. Aumentou o espancamento das mulheres (mães, tias, namoradas, filhas avós), os estupros de crianças e tantas barbaridades. Lembrando que recentes estudos dão conta que os principais abusadores das crianças estão nas próprias famílias, são pais, padrastos, irmãos mais velhos,  primos, tios, amigos da família etc. Todo cuidado é pouco e as crianças só podem contar mesmo é com a proteção das mães e avós.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Proibido plagiar