Inicio Mundo Empresa dos EUA diz que encontrou anticorpo que impede infecção pelo novo coronavírus

Empresa dos EUA diz que encontrou anticorpo que impede infecção pelo novo coronavírus

Por urandionline

Mecanismo biológico conseguiria bloquear a infecção do vírus causador da Covid-19, segundo exames in vitro. Mesmo sem passar ainda por testes clínicos, laboratório quer produzir ‘dezenas de milhões de doses’.

Um laboratório dos Estados Unidos anunciou na sexta-feira (15) que um anticorpo produzido neutralizou completamente o novo coronavírus durante testes em vitro. A pesquisa, porém, não foi avaliada por pares, e a empresa apresentou os resultados sem demonstrar as provas.

Segundo a companhia Sorrento Therapeutics, os pesquisadores vasculharam uma gama de anticorpos e testaram a eficácia de cada um no Sars-CoV-2, o coronavírus que causa a Covid-19. Cerca de uma dezena desses mecanismos — a empresa não detalhou quantos — neutralizaram as proteínas spike, que funcionam como uma “chave” para que o vírus entre na célula humana.

A empresa relata que um dos anticorpos em especial, o STI-1499 neutralizou completamente a capacidade de infecção do vírus em uma dose “muito pequena”. Ainda segundo a Sorrento, a neutralização ocorreu completamente em quatro dias de incubação.

“Análises bioquímicas e biofísicas indicam o STI-1499 como um candidato a medicamento de anticorpos possivelmente forte”, diz o comunicado da empresa.

Revisão por pares

Em nota, o laboratório diz que ainda submeterá os resultados da pesquisa a uma avaliação revisada por pares — procedimento científico exigido para validar o estudo. Mesmo assim, as ações na Nasdaq da Sorrento Therapeutics chegaram a subir 158% na sexta-feira.

Além disso, embora a pesquisa tenha passado apenas por testes pré-clínicos, a empresa já propõe iniciar fabricação em massa desse anticorpo mesmo antes de obter aprovação do órgão regulador dos EUA, a Administração de Alimentos e Drogas dos EUA (FDA, na sigla em inglês). O laboratório diz que espera produzir “dezenas de milhões de doses em um curto período”.

Por:G1

Posts relacionados

Deixe um comentário

Proibido plagiar