Inicio Brasil Cadastramento para o ‘coronavoucher’ será liberado na próxima terça-feira

Cadastramento para o ‘coronavoucher’ será liberado na próxima terça-feira

Por urandionline

O governo federal iniciará na próxima terça-feira (7) o cadastramento dos cidadãos interessados em receber o auxílio mensal de R$600, apelidado de “coronavoucher”. A medida é uma das ações implementadas para amenizar as consequências da pandemia do coronavírus. De acordo com Onyx Lorenzoni, ministro da Cidadania, os interessados poderão baixar em seus celulares um aplicativo ou acessar via web o sistema e fazer o cadastramento. 

A estimativa do governo é que em no máximo 48h após o cadastramento, os cidadãos que atenderem aos requisitos, tenham ciência da resposta positiva. O serviço será coordenado pela Caixa Econômica Federal (CEF). 

“Vai ser montada uma rede de proteção para quem mais precisa para que dentro de aproximadamente uma semana comecemos a identificar quem tem direito.  Identificando os elegíveis já teremos condições de começar a depositar na conta antes da Páscoa”, explicou o ministro. 

Na segunda-feira (6), de acordo com o presidente da CEF, Pedro Guimarães, será disponibilizado o calendário e detalhes operacionais da medida. “Temos ampla capacidade. Estamos há semanas, desenvolvendo o App, uma serie de mecanismos para reaizar esse pagamento. Iremos, sim, contar com outros bancos”, disse o presidente. O pagamento também poderá ser feito utilizando bancos privados ou depósito identificado, com possibilidade de saque nas Casas Lotéricas. 

O “coronavoucher” será disponibilizado inicialmente pelo prazo de três meses e tem como beneficiários os trabalhadores informais e famílias de baixa renda. O valor pode chegar a até R$ 1200, atendendo a até dois membros de um mesmo grupo familiar ou mulheres chefes de família. 
 

As informações foram divulgadas na tarde desta sexta-feira (3) durante entrevista coletiva do Comitê Interministerial de Combate ao Coronavírus. 

Por:BNotícias

Posts relacionados

Deixe um comentário

Proibido plagiar