Inicio Polícia Crianças de Conquista recebem 300 kits de material escolar

Crianças de Conquista recebem 300 kits de material escolar

Por urandionline

O sorriso e o brilho no olhar de 300 crianças do município de Vitória da Conquista, na região Sudoeste do estado e a 519 quilômetros de Salvador, trouxeram, mais uma vez, a sensação de dever cumprido para as equipes do Comando de Policiamento Regional (CPR) Sudoeste, do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) e da Ronda Escolar.

Isto aconteceu quando da entrega de kits de material escolar, através da campanha ‘Transforme histórias – doe material escolar’, para a meninada residente nos condomínios Vila Bonita e Vila Sul, habitados por pessoas de baixa renda.

Segundo a tenente Maria Alice de Santana, coordenadora do Proerd do município, “foram necessários dois meses para arrecadarmos cadernos, lápis de cor, hidrocores e canetas, que estamos agora entregando, juntamente com as mochilas”. Disse ainda ter percebido que muitas crianças não possuíam material escolar, “daí decidir criar a campanha, que contou com o apoio de muitos colegas e de empresários, divulgá-la para imprensa, distribuir cartazes e fazer postagens nas redes sociais”.

Os pequenos, moradores de regiões de vulnerabilidade social previamente cadastrados na campanha, foram os contemplados com os kits. “Vamos nos esforçar para ampliar este apoio para outras famílias da cidade”, declarou, alegando que “isso vai muito mais além da nossa profissão, pois motiva as crianças a continuarem estudando”.

O comandante do CPR/Sudoeste, Coronel Ivanildo da Silva, ainda reforçou que ações como esta acontecerão mais vezes. “O sentimento de dever cumprido é o que mais me deixa feliz. Nossas equipes estão de parabéns pelo excelente trabalho que será reforçado sempre”, contou. 

Dos 300 kits, 39 foram doados para famílias atendidas pela Base Comunitária de Segurança (BCS) Nova Cidade, cuja comandante, capitã Valdomira Santos Conceição, contou que “constatar o sorriso de uma criança não tem preço”.

Fonte: Ascom / Rafael Rodrigues

Posts relacionados

Deixe um comentário

Proibido plagiar