Inicio Esportes São Paulo leva virada do Binacional na estreia da Libertadores

São Paulo leva virada do Binacional na estreia da Libertadores

Por urandionline

Pato abre o placar, Pablo perde duas oportunidades incríveis, e time peruano se aproveita da altitude para vencer

Faltou pontaria (e fôlego)!

O São Paulo deu um tropeço gigante na estreia da Libertadores da América. Na noite desta quinta-feira, em Juliaca, no Peru, o Tricolor perdeu por 2 a 1, de virada, para o Binacional, na primeira rodada do Grupo D. O time brasileiro saiu na frente com gol de Pato, desperdiçou chances incríveis de construir uma goleada e foi surpreendido no segundo tempo, quando não teve mais pernas para correr na altitude de 3.800 metros da cidade peruana. Marco Rodríguez e Arango fizeram os gols do adversário.

Primeiro tempo

O São Paulo não se intimidou com a altitude de 3.800 metros de Juliaca e partiu para o ataque contra o Binacional. Pato, logo nos primeiros minutos, perdeu boa chance de cabeça. O time peruano, por sua vez, só arriscou de fora da área. Melhor em campo, o Tricolor abriu o placar aos 20 minutos. Pablo tabelou com Daniel Alves e serviu para Pato mandar para a rede. Depois disso, o São Paulo perdeu a chance de construir uma goleada ainda no primeiro tempo. Antony perdeu chance na cara do goleiro e Pablo desperdiçou duas chances incríveis. E o Binacional, do começo ao fim da etapa, teve a mesma arma: os chutes de fora da área. Sem sucesso.

Segundo tempo

Na etapa final, o Binacional surpreendeu o São Paulo logo aos quatro minutos. Marco Rodríguez recebeu nas costas da zaga e chutou cruzado, por entre as pernas de Tiago Volpi. O gol abalou o Tricolor. Sem conseguir repetir a boa atuação do primeiro tempo, o time brasileiro recuou muito e levou pressão. Apático e sem criatividade, o São Paulo levou a virada aos 32 minutos, quando Arango avançou sozinho pelo meio e bateu colocado, de fora da área. Sem poder de reação, o Tricolor foi para o sacrifício nos minutos finais e teve chances com Antony e Hernanes. Mas o goleiro Raúl Fernández defendeu os dois chutes.

Por:GE

Posts relacionados

Deixe um comentário

Proibido plagiar