Inicio Entretenimento Visitantes desembarcam no Porto de Salvador para curtir o Carnaval

Visitantes desembarcam no Porto de Salvador para curtir o Carnaval

Por urandionline

Neste sábado (22), terceiro dia oficial do Carnaval dos Carnavais, turistas e visitantes continuam chegando à cidade para participar da folia. O navio Europa 2 atracou no Porto de Salvador com 516 passageiros, muitos deles ansiosos para conhecer a festa. Ao desembarcar, a maioria pegava informações com os profissionais da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult) e aproveitava para levar o mapa da cidade e guias informativos sobre a folia e os atrativos culturais e de lazer.

O casal de alemães Andreas Durst, 58 anos, e Barbara Durst, 49 anos, planejaram um passeio pelo Centro Histórico pela manhã e assistir à passagem dos trios na Barra à tarde. “Nós ouvimos falar que Salvador é a Cidade da Música e estamos curiosos para ver a grande celebração que é o Carnaval”, disse Bárbara.

Margret Hoffmann-Bong, 55 anos, disse ter tido uma boa impressão da cidade ao desembarcar e espera ter uma tarde animada no Circuito Dodô (Barra/Ondina). “Nós também temos Carnaval na Alemanha, mas o daqui vai nos proporcionar uma experiência totalmente diferente. Acredito que vai ser muito divertido”.

O Europa 2 parte às 23h deste sábado (22) com destino a Recife. Até lá, os visitantes terão bastante tempo para apreciar a maior festa de rua do planeta. Desde a última sexta-feira (14) até a próxima terça-feira (25), seis navios atracam na capital baiana, com uma média de 16,7 mil passageiros. Os próximos desembarques no Terminal Marítimo do Comércio serão o do navio MSC Seaview, com 5.210 passageiros às 20h de segunda-feira (24) e, na terça (25), último dia da folia, a embarcação Island Princess aporta na capital com mais 1.974 pessoas.

A expectativa do titular da Secult, Cláudio Tinoco, é que esses visitantes possam viver a experiência da grandiosidade da festa soteropolitana, sendo impactados para que retornem em outro momento e usufruam da cidade em todos os aspectos. “A gente sabe que muitos turistas que estão hospedados no próprio navio virão para consumir o conteúdo da festa, seja comprando para se divertir no bloco, camarote ou pela proximidade com o Centro Histórico e com o Circuito Osmar (Centro). Esperamos que eles possam levar da cidade essa boa experiência”.

Economia – A Secult estima que cerca de 854 mil turistas venham a Salvador durante o Carnaval. Destes, 435,800 são do interior da Bahia; 331.500 são visitantes de outros estados, com destaque para São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Minas Gerais e Distrito Federal, respectivamente; e 86.200 são estrangeiros oriundos, principalmente da Argentina, França, Estados Unidos, Alemanha, Espanha e Inglaterra. A expectativa é que a taxa de ocupação chegue a 95% em Salvador, sendo 97% nos hotéis próximos aos circuitos.

A movimentação econômica turística nesta temporada deve se aproximar de R$1,8 bilhão. Isso porque este é um período em que a economia da cidade fica aquecida com o consumo ativo de bebidas, lanche, almoço, transporte, abadás de blocos e de camarotes, além de roupas e acessórios para brincar o carnaval. O folião movimenta vários segmentos da economia: o comércio varejista e o setor de serviços em especial.

Durante a folia, os turistas nacionais chegam a desembolsar cerca de R$ 5.163, enquanto que os baianos costumam gastar cerca de R$ 1.875 e estrangeiros, R$ 3.677. Estes dados foram atualizados com base na pesquisa de análise de perfil dos turistas no período do Carnaval, realizada pela Prefeitura de Salvador no ano de 2017, com revisão monetária no ano seguinte e aplicando em 2020 um crescimento de 1,7% em todos os gastos.

Ainda de acordo com o estudo, os visitantes costumam passar sete dias na cidade durante o período de Carnaval, mas brincam nas ruas aproximadamente cinco dias.

Voos – Entre 17 de fevereiro e 1° de março, 2.407 voos estão programados para a capital – o número é 11% maior que o do ano passado e representa uma média de 170 voos por dia. Ao todo, são 382.621 assentos disponibilizados pelas agências de viagem nesses aviões (9% a mais que em 2019) e 189 voos extras (4% a mais que em 2019).


Por:SECOM

Posts relacionados

Deixe um comentário

Proibido plagiar