Inicio Entretenimento Na terra e no mar: o sucesso da maior festa do planeta

Na terra e no mar: o sucesso da maior festa do planeta

Por urandionline

Carnaval Náutico bate recorde de público e mostra que folia em Salvador não é só na rua ou camarote

Baiano não nasce, estreia. A máxima vale também para as inovações que pipocam durante a maior festa popular do planeta. Se o chão ficou pequeno para tanta gente nos circuitos tradicionais de Salvador, a programação oficial deu um jeitinho de abrir espaço, pela terceira vez, para o Carnaval Náutico. 
Se há um sol para cada folião  e a sensação térmica invade a casa dos 40° C, a folia no mar, realizada neste sábado (22), sob o comando do cantor Denny Dennan, se revelou como alternativa contagiante e inusitada, com direito a música baiana de qualidade.

O cenário, que não tem limite de espaço, é a Baía  de Todos-os-Santos, e a plateia, mais do que à vontade em embarcações, motos aquáticas e pranchas de surf e stand ups, se distribuiu em círculo para acompanhar melhor o som do palco flutuante. O “esquenta” da festa ficou por conta do DJ Rafa Gouveia. Não faltou muito para o clima ferver – mesmo que na água – na subida de Denny.

São mais de 20 carnavais animando a folia, e essa é a segunda vez que o ex-timbaleiro faz a festa no mar. “Rapaz, isso só se vê em Salvador, evento delicioso, fora dos circuitos, mas com explosão de alegria, sem calor nem estresse. Que Deus abençoe nossa cidade”, convocou Denny.

No repertório, os sucessos desde à época em que esteve à frente da Timbalada até o novo hit “Turbina”, que colocou a galera pra vibrar. “Está todo mundo feliz por aqui, em cima desse mar de luz?”, perguntou, enquanto a resposta surgia em acenos animados dos banhistas. Esse ano, mais de 160 embarcações participaram da festa, quantitativo superior ao das outras duas edições.

Alegria – A professora de arte mineira Bárbara Nascimento, que, pela primeira vez, curte o Carnaval de Salvador, não escondia a emoção de acompanhar as músicas que já sabe de cor, aprendidas nos ensaios de verão. “É algo que não dá para tentar explicar, emoção pura, fantástico”, definiu.

Entre um mergulho e outro, o comerciante alagoano Alan Cerqueira contou que emoção não se explica. “Só vivendo para saber o que é isso aqui. Como não gosto de circular entre multidões, nem correr atrás do trio, essa foi minha opção. Uma alternativa certeira para aproveitar muito bem o Carnaval de Salvador”, disse o animado folião do mar.

Estímulo – Estimular o turismo na Baía de Todos-os-Santos é uma ideia que tem gerado resultados positivos, como explica o presidente da Saltur, Isaac Edington. ”O Carnaval Náutico é um dos projetos marítimos que integram as diretrizes de turismo da Prefeitura, nossa baía é linda e uma das maiores do mundo, existe muitas possibilidades”, enfatizou.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Proibido plagiar