Inicio Bahia Com homenagem aos 70 anos do trio elétrico, Carnaval do Governo terá mais de 200 atrações

Com homenagem aos 70 anos do trio elétrico, Carnaval do Governo terá mais de 200 atrações

Por urandionline

O Carnaval 2020 do Governo do Estado vai homenagear os 70 anos de criação do trio elétrico pelos mestres Dodô e Osmar. Entre os artistas que farão a alegria dos foliões-pipoca estão nomes como Bell Marques, Ivete Sangalo, Daniela Mercury, Saulo, Léo Santana e Anitta, além das bandas Baiana System, Parangolé e Psirico. A animação também está garantida no Centro Histórico, com shows nas praças Quincas Berro D’Água, Tereza Batista, Pedro Archanjo e no palco montado no Largo do Pelourinho.A programação completa pode ser conferida neste link


Somente na capital baiana, serão mais de 200 atrações contratadas ou que contam com patrocínio do Estado. Tem ainda os blocos e trios que devem ser patrocinados pela Bahiagás. No interior, o governo está apoiando a realização do Carnaval em 32 cidades de diferentes regiões, a exemplo de Belmonte, Correntina, Lauro de Freitas, Juazeiro, Itabuna e Rio de Contas. 


Como nos anos anteriores, o governo está investindo ainda em uma ampla estrutura de serviços em áreas como saúde, turismo, direitos humanos e, especialmente, segurança. Cerca de 27 mil policiais vão atuar na capital e no interior com o reforço da utilização do Sistema de Reconhecimento Facial da Secretaria da Segurança Pública (SSP). O sistema vai contar com 300 câmeras monitorando os três circuitos oficiais, acompanhadas 24 horas por equipes no Centro de Operações e Inteligência (COI) da SSP. No total, a secretaria está investindo cerca de R$ 45,5 milhões na estrutura de segurança da festa.


Festa no Pelourinho
Com o tema ’70 Anos do Trio Elétrico’, o Carnaval da Bahia traz uma justa homenagem à revolução que Dodô e Osmar provocaram na folia. No palco do Carnaval do Pelô, em noite de abertura, os Irmãos Macêdo – Armandinho, Betinho, Aroldo e André – herdeiros de Osmar e mantenedores desta história, vão trazer um repertório que se mescla a fatos históricos da folia baiana. A abertura será sexta-feira (21), às 20h, no Largo do Pelourinho, palco principal da festa no Centro Histórico (Circuito Batatinha).


Durante cinco dias de folia, o Carnaval do Pelô promove encontros no palco principal, reunindo gerações e nomes que à primeira vista podem parecer contrastar, porém no palco demonstram integração e sintonia. Os largos Pedro Archanjo, Tereza Batista e Quincas Berro D’Água unem as diferentes tribos, com uma grande diversidade de ritmos e atrações. Para completar a festa, vibrando com as comemorações dos 70 Anos do Trio Elétrico, o folião pipoca vai atrás dos microtrios e nanotrios que encantam com criatividade e os sons dos diversos carnavais.


Também tem opção para a criançada no Largo Pedro Archanjo, de sábado a terça-feira, sempre às 15h30, com os bailes infantis, que serão comandados por CadeiraDeBrin, Grupo Pé de Lata, Gatos Multicores e PUMM – Por um Mundo Melhor.


Carnaval Ouro Negro
O Governo do Estado segue fortalecendo o Carnaval dos blocos de matrizes africanas através do edital Carnaval Ouro Negro, que completa 13 anos estimulando a participação de agremiações oriundas das diversas comunidades de Salvador, que tem na folia o ápice para as atividades sociais que são desenvolvidas ao longo do ano. Indumentárias, toques percussivos, danças, performances e cantos fazem parte dos espetáculos, que trazem em si a força da ancestralidade e da tradição. Quarenta blocos, das categorias afro, afoxé, samba e reggae desfilam este ano com o apoio.


Dentre outras agremiações contempladas pelo Carnaval Ouro Negro em 2020 estão o Afoxé Filhos de Gandhy, blocos Alerta Geral, Alvorada, Olodum, Cortejo Afro, Muzenza, Laroyê Arriba, Quero Ver o Momo, Blocão da Liberdade, Tambores e Cores, Bloco da Saudade, Gera Dois e Mutantes, e ainda Reggae O Bloco e o Ska Reggae.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Proibido plagiar