Inicio Polícia Dezoito cães são treinados para encontrar criminosos através do cheiro

Dezoito cães são treinados para encontrar criminosos através do cheiro

Por urandionline

A Companhia de Operações com Cães do Batalhão de Polícia de Choque realizou do dia 16 até este sábado (21), o Curso Mantrailing – que capacita cães na busca pessoas desaparecidas ou criminosos através do odor. As aulas foram ministradas pelo Grupamento de Busca e Resgate Brasil.

Participaram do curso os cachorros e adestradores dos Canis Central e Setoriais da Polícia Militar, canis das PMs de Sergipe, Minas Gerais, Centro de Operações Especiais (COE) da Polícia Civil da Bahia, a PC de Sergipe, o Corpo de Bombeiros Militar da Bahia e de Alagoas, do Exército e da Polícia Penal de Roraima, além de adestradores civis. “Os alunos tiveram instruções teóricas e práticas, com simulações de casos reais em localidades com grande circulação de pessoas em Salvador”, contou a comandante da Companhia de Operações com Cães, capitã Samanta Lacerda.

Os 18 cães das raças Blooudhound, Pastor Alemão, Pastor Belga Malinois e Border Collie fizeram parte do curso. “Com esta técnica vinda dos Estados Unidos vamos em busca de pessoas desaparecidas e criminosos em área urbana e rural. Os cães vão auxiliar em elucidação de crimes, pois o treinamento auxilia o cão a encontrar a pessoa específica, em qualquer ambiente, através do cheiro dela.  Para o cão, isso funciona como uma impressão digital”, afirmou a capitã.

As atividades práticas foram realizadas na Força Aérea Brasileira, COE da Polícia Civil, na Praia do Flamengo, Pelourinho, Batalhão do Exército e Dique do Tororó, locais de grande aglomeração de pessoas. “Fizemos uma simulação real no Dique, onde um figurante estava escondido em um barco e os cães conseguiram localiza-lo”, explicou a capitã Lacerda.

Fonte: Ascom | Natália Verena

Posts relacionados

Deixe um comentário

Proibido plagiar