Inicio Esportes Competição de mountain bike agitou o norte do estado baiano no último domingo (13)

Competição de mountain bike agitou o norte do estado baiano no último domingo (13)

Por urandionline
Campo Formoso, no norte baiano, amanheceu no clima do ciclismo neste domingo, 13, com a presença de cerca de 200 competidores da segunda edição do MTB Challengers. Com largada às 9h, na Praça Herculano Menezes, no centro da cidade e um percurso total de 62 km, a prova valeu pontos para o ranking baiano e teve apoio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte.
A prova teve participação de ciclistas profissionais e amadores de 15 cidades baianas, como: Campo Formoso, Capim Grosso, Euclides da Cunha, Feira de Santana, Irecê, Jacobina, Juazeiro, Lapão, Morro do Chapéu, Pindobaçu, Salvador, Saúde, Senhor do Bonfim, Serrinha e Tanquinho de Feira. Atletas dos estados de Pernambuco e Piauí também compareceram.
Um dos participantes mais esperados no evento era Lázaro Macedo, policial militar, natural de Senhor do Bonfim, distante pouco mais de 25 km da cidade sede do evento. O atleta é o líder do ranking regional na categoria elite de XCM e no ranking de XCO na categoria master, além de ser o atual campeão da Copa Nordeste de XCO, que aconteceu este ano em Soledade, na Paraíba.
Apoio – Lázaro é um dos 74 atletas baianos apoiados pelo FazAtleta – Programa Estadual de Incentivo ao Esporte Amador Olímpico e Paralímpico, que oferece, por parte do Governo do Estado, isenção fiscal a empresas que se comprometem a apoiar financeiramente esportistas que residem na Bahia, além de eventos que acontecem no estado. “Sem este projeto, com certeza este ano eu não teria conseguido permanecer competindo da forma que eu venho fazendo. Pra mim é muito importante este apoio”, disse o atleta.
Mas nem só de competidores profissionais contou o MTB Challengers. Noêmia Gama, 51 anos, natural de Campo Formoso, popular na cidade como Neguinha e praticante de ciclismo desde a infância, competiu pela categoria turismo, a mesma em que foi líder na mesma competição no ano passado. “Quando eu comecei, as pessoas me chamavam de doida por rodar a cidade de bike, mas eu continuei. Para mim, é uma forma de manter a saúde. Saio todo dia às 5h para pedalar, faço de 30 a 40 km, já cheguei a fazer 200 km, e não pretendo parar”, conta a ciclista.
Mountain bike – A competição deste domingo não foi a única apoiada pela Sudesb neste ano.  Somente em 2019, a autarquia do esporte já apoiou o Desafio Mucugê, Suba 100, 5ª Ibotrilha de XCM 2019, 15ª Maraton Bike de Alagoinhas, 21ª Corrida Ecológica de Brumado, 8ª Maraton Bike Irecê, Campeonato Baiano de Ciclismo de Estrada CRI, Escalada do Cruzeiro de MTB XCO e MTB Challengers. Ainda neste mês de outubro (19 e 20), acontecerá o Ama Ride, em Amargosa, e o Desafio Ciclístico de Salvador, na capital baiana, com apoio também da Sudesb. E para fechar o mês, entre os dias 20 e 26, acontece a prova do Brasil Ride, uma das maiores competições das Américas, que reúne, em Porto Seguro, atletas de vários estados do Brasil e de outros países.  Em novembro mais duas provas recebem apoio, o Super Desafio do Cacau (8 e 10), em Itabuna, e o Desafio dos Tropeiros (17), em Senhor do Bonfim.

Sobre a parceria com o Governo do Estado, Rogério Rangel, diretor técnico da Federação Baiana de Ciclismo diz ser muito importante esse apoio para o crescimento do ciclismo local. “Hoje, a Bahia é referência no mountain bike nacional. Realizamos provas que são referência no Brasil todo, como o Suba 100, Brasil Ride, Desafio Mucugê, dentre outras”, afirma Rogério.

Por:Ascom Sudesb/Jéssica Tavares

Posts relacionados

Deixe um comentário

Proibido plagiar