Inicio Esportes Com VAR protagonista,Corinthians e Flamengo empatam em Itaquera

Com VAR protagonista,Corinthians e Flamengo empatam em Itaquera

Por urandionline
Timão, que era o único da Série A sem penalidade no ano (contando todos os torneios), marca com Clayson, mas vê o Fla empatar com Gabigol, após 5min15seg de análise do árbitro de vídeo – em decisão acertada, segundo o comentarista Sálvio Spinola.

Deu empate!

O árbitro de vídeo (VAR, na sigla em inglês) voltou a ser protagonista neste domingo, em Itaquera. Depois de quase seis minutos de paralisação para análise do VAR, o árbitro Leandro Vuaden validou um gol de Gabriel, já no fim do jogo, determinando o empate em 1 a 1, em jogo válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O lance polêmico ocorreu aos 39 do segundo tempo: Willian Arão cabeceou, Cássio deu rebote e Gabigol mandou para a rede, mas o bandeirinha deu impedimento. A validação veio com o VAR. Na opinião do comentarista Sálvio Spinola, a posição de Gabriel era legal, e o VAR acertou ao validar o lance. Antes, Clayson havia aberto o placar, no primeiro pênalti do Corinthians em 2019. Com o resultado, o Flamengo fica na terceira posição com 21 pontos, cinco atrás dos líderes Palmeiras e Santos. Já o Corinthians fica em oitavo, com 16 e um jogo a menos do que os rivais mais próximos.

Primeiro tempo

O Flamengo foi quem tomou a iniciativa do jogo, com muito mais posse de bola (chegou a ter 65% e terminou a primeira etapa com 59%). Diego, tão criticado pelo pênalti perdido contra o Athletico-PR na Copa do Brasil, fazia bem a função de rodar a bola no meio-campo. Bem postado na defesa, o Corinthians esperava a melhor hora de contra-atacar. Acabou assustando só em escanteios, com os zagueiros Gil e Manoel se destacando na bola alta. O placar de 0 a 0 acabou sendo justo e adequado para as propostas das duas equipes.

Segundo tempo

O que mudou foi que, enfim, o Corinthians conseguiu encaixar um contra-ataque, com Pedrinho e Fagner até a bola chegar a Vagner Love, que acabou sendo derrubado por Berrío – pênalti, convertido por Clayson. Em vantagem, o Corinthians se fechou ainda mais, esperando nova chance para contra-atacar. O Flamengo foi pra cima. Logo após o gol, Jorge Jesus trocou o volante Cuéllar pelo atacante Bruno Henrique, numa tentativa de ir para o abafa. Acabou chegando ao empate no fim, com Gabriel, aproveitando rebote em lance de escanteio, em gol validado pelo VAR após quase seis minutos de análise.

Por:GE

 

Posts relacionados

Deixe um comentário

Proibido plagiar