Inicio Esportes Com Messi expulso,Argentina vence Chile e fica com terceiro lugar

Com Messi expulso,Argentina vence Chile e fica com terceiro lugar

Por urandionline

A Argentina venceu o Chile por 2 a 1 neste sábado na Arena Corinthians, em São Paulo, e encerrou sua participação na Copa América de 2019 com a terceira posição.

Sergio Agüero abriu o placar após uma rápida cobrança de falta do craque Lionel Messi (12), o atacante Dybala ampliou ao entrar na área em velocidade (22) e no segundo tempo Arturo Vidal (59) bateu um pênalti e diminuiu.

Messi e Gary Medel, que já haviam se estranhado outras vezes, foram expulsos após uma disputa de bola e uma troca de empurrões.

Essa foi a segunda expulsão de Lionel Messi em toda sua carreira, ambas com a seleção argentina.

A primeira foi em sua estreia com a Albiceleste, em 2005 contra a Hungria, quando pouco depois de entrar em campo deu uma cotovelada para se livrar de um marcador.

– Argentina mostra sua força –

A disputa pelo terceiro lugar não costuma ser desejada por ninguém. Mas por ser uma repetição das finais de 2015 e 2016 – ambas vencidas pelo Chile nos pênaltis – havia um certo ar de revanche entre duas seleções que sempre foram rivais.

E embora tenham começado com um jogo lento e arrastado, as faíscas foram aparecendo.

A Argentina, que evoluiu bastante neste torneio, passou a dominar o jogo, muito sólida na defesa e perigosa no ataque.

Messi se mostrou motivado, apesar de mais uma vez ter ficado sem títulos com sua seleção: a partir de sua posição de ‘falso 9’ abriu o jogo, buscou espaços e fez triangulações com Agüero e Dybala, a grande novidade do time titular.

O primeiro gol nasceu de seus pés, quando aproveitou que os jogadores chilenos reclamavam de uma falta, e lançou Agüero, que com habilidade tocou na saída do goleiro Gabriel Arias.

No segundo gol da Albiceleste, um ótimo passe rasteiro de Giovani Lo Celso foi parar nos pés de Dybala. O atacante da Juventus penetrou na área e tocou na saída do goleiro.

– Messi expulso –

Mas então veio a briga entre Messi e Medel, que já tinham se desentendido antes. Faltando dez minutos para o intervalo, os dois disputaram uma bola que saiu pela linha de fundo e trocaram empurrões.

O chileno, conhecido como ‘pitbull’, tentou dar uma cabeçada no astro do Barcelona, que se afastou para não ser atingido.

A decisão do árbitro paraguaio Mario Díaz de Vivar provocou protestos e uma confusão entre os jogadores das duas seleções.

Com Messi fora de campo a Argentina continuou dominando no segundo tempo. A ‘Roja’ não conseguia criar grandes chances, embora o pênalti convertido por Vidal, após a confirmação do VAR, tenha trazido mais fôlego.

Angel Di Maria e Matías Suárez entraram no lugar de Dybala e Agüero, que teve várias chances mas sem concretizar, e aumentaram a pressão sobre o gol de Arias.

Mas nada mudou no placar. Após um início medíocre, os argentinos conseguiram encerrar a participação na Copa América com um digno terceiro lugar, vencendo os bicampeões.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Proibido plagiar