Inicio Esportes Guerreiro marca e Inter ganha do Flamengo,em Porto Alegre

Guerreiro marca e Inter ganha do Flamengo,em Porto Alegre

Por urandionline
973 Visualizações

Sem criatividade ou jogadas ofensivas, o Flamengo ainda mostrou muitas falhas defensivas e perdeu merecidamente para o Internacional por 2 a 1 no Beira-Rio, pela segunda rodada do Brasileirão. Os gols colorados de Guerrero e Sarrafiore saíram em erros de marcação enquanto o Rubro-Negro marcou sem querer com Arrascaeta.

Mais uma vez Abel Braga apostou em Bruno Henrique de centroavante, com Gabigol na direita e Everton Ribeiro no meio. Não funcionou contra a arrumada defesa do Internacional e o ataque rubro-negro praticamente não criou chances de gol no primeiro tempo, abusando dos cruzamentos.

Para piorar, a defesa também se mostrou desorganizada e logo aos quatro minutos o Internacional aproveitou. D’Alessandro cruzou da esquerda e Guerrero apareceu atrás de Rhodolfo e Renê para abrir o placar. Foi o reencontro do centroavante com o ex-clube.

O Flamengo ainda marcou aos 21, com Rhodolfo, após falta cobrada por Everton Ribeiro mas o VAR anulou o gol. A bola bateu no cotovelo do zagueiro antes de sobrar para ele. Pela nova regra, mesmo com o braço colado ao corpo, a arbitragem deve marcar falta no lance.

Muito mal, o Flamengo voltou com outra formação para o segundo tempo, com Gabigol de centroavante, Everton Ribeiro na direita, Bruno Henrique na esquerda e Arrascaeta no meio. E a mudança foi determinante para a mudança de postura e e melhora em campo.

Logo aos dois, Gabigol chegou a marcar de cabeça, mas estava impedido e o gol foi anulado. Mas o Flamengo seguiu dominando mesmo errando muitas jogadas, com o Internacional abdicando do ataque, com exceção de uma cabeçada de Moledo, sozinho, que César defendeu.

E o Rubro-Negro chegou ao empate aos 14. No meio, Arrascaeta achou Everton Ribeiro na área e tocou por cima da zaga. O meia furou, mas Ricardo Lomba deixou a bola passar e entrar. Gol sem querer do uruguaio.

A partida ficou aberta e corrida, com os dois times sem meio de campo. O Internacional voltou a crescer e Nico Lopez chegou a mandar na trave, aos 22. Então Diego substituiu Arrascaeta, mas foi Sarrafiore, que até então havia errado tudo desde que entrou, que fez o segundo em chute de fora da área no canto, aos 31, aproveitando erro de Renê na marcação.

No desespero, Abel colocou mais dois atacantes (Lincoln e Lucas Silva) e o Flamengo partiu para o ataque de maneira desorganizada. A melhor chance foi um chute de Gabigol que parou na zaga após confusão na área. Por outro lado, a defesa ficou ainda mais aberta e o Internacional só não soube aproveitar com Iago, que parou em César.

0 Comente

Posts Relacionados

Deixe um comentário